Aumenta o número de acidentes e mortes nas estradas do distrito de Viseu - Edição Jornal
34100
post-template-default,single,single-post,postid-34100,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Aumenta o número de acidentes e mortes nas estradas do distrito de Viseu

Aumenta o número de acidentes e mortes nas estradas do distrito de Viseu

O número de mortos nas estradas portugueses desceu entre 01 de janeiro e 31 de outubro em comparação com o mesmo período do ano passado, mas houve mais acidentes e feridos graves, segundo dados provisórios oficiais da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.

Entre 01 de janeiro e 31 de outubro deste ano morreram 396 pessoas nas estradas portuguesas, menos 24 do que em 2018, mas os mesmos dados da ANSR apontam para uma tendência crescente do número de mortes e de acidentes nas estradas do distrito de Viseu.

O relatório diz que em 2016 houve 3778 acidentes no distrito, que provocaram 18 vítimas mortais. O número de acidentes subiu em 2017, para 3828, mas houve menos 8 vítimas mortais.

No ano passado, e já este ano, a sinistralidade disparou, com perto de 4 mil acidentes nos primeiros 10 meses de 2018, que tiraram a vida a 24 pessoas, e já este ano há o registo de 4116 acidentes e 26 vítimas mortais.

Este ano, e no topo desta `lista negra´ da sinistralidade, está o distrito do Porto, com 43 mortes nas estradas, seguido de Lisboa com 39 e Braga com 33.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

Tags: