Câmara de Viseu mantém taxa mínima para o IMI - Edição Jornal
34062
post-template-default,single,single-post,postid-34062,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Câmara de Viseu mantém taxa mínima para o IMI

Câmara de Viseu mantém taxa mínima para o IMI

A Câmara de Viseu decidiu manter o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) na taxa mínima de 0,3% aplicada a prédios urbanos.

O presidente da Câmara, Almeida Henriques, justifica a decisão com o que classificou de “estabildiade fiscal”, adiantando que o município sugeriu aos serviços das Finanças algumas correções nos coeficientes de localização “que beneficiam os cidadãos”.

O Município vai ainda manter as bonificações para famílias com dois ou mais filhos e as minorações para edifícios no centro histórico.

Em 2020 também se irá manter o desconto de 1% no IRS, o que permitirá ao município utilizar a receita arrecadada em funções sociais, como  educação, transportes escolares e ação social.

Quanto ao valor da derrama, o imposto a pagar pelas empresas, em 2020 vai manter-se uma taxa de 1,5%.

O autarca lembra ainda que o regulamento de apoio ao investidor qie vigora no Município de Viseu, permite que no caso de haver investimento e criação de postos de trabalho no concelho, poderão ser devolvidos todos os impostos municipais.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.

*****

Tags:
,