CUF Viseu reuniu Médicos do país para Formação inovadora em tratamento de vítimas de Choque - Edição Jornal
19132
post-template-default,single,single-post,postid-19132,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

CUF Viseu reuniu Médicos do país para Formação inovadora em tratamento de vítimas de Choque

CUF Viseu reuniu Médicos do país para Formação inovadora em tratamento de vítimas de Choque

Formação inovadora promovida pelo Hospital CUF Viseu reuniu peritos nacionais e focou-se na atualização de conhecimentos da patologia de Choque.

Da abertura da Unidade de Cuidados Intermédios/Intensivos em novembro 2017, surgiu o mote para a realização da formação “CHOQUE: Da Teoria à Prática”, no passado sábado, 21 de abril, no Hospital CUF Viseu.

Este curso teórico-prático intensivo dedicado ao diagnóstico e tratamento do Choque, uma doença do campo da Medicina Intensiva caracterizada pela falência da circulação sanguínea, de grande complexidade diagnóstica e elevada mortalidade, foi realizado num formato inovador, em ambiente de Bloco Operatório, com casos clínicos trabalhados em simuladores, ecografia em modelos humanos e utilização de equipamentos de monitorização hemodinâmica.

Com a presença de peritos científicos de referência nacional e internacional no âmbito da Medicina Intensiva e com o patrocínio científico da Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos, da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia e da Sociedade Portuguesa de Simulação aplicada às Ciências da Saúde, este curso permitiu a atualização de conhecimentos, partilha de experiências e a potenciação do talento clínico dos cerca de 30 médicos oriundos de diferentes instituições hospitalares públicas e privadas do país.

A formação realizada no Hospital CUF Viseu contou ainda com a colaboração de relevantes instituições universitárias da região Centro – a Universidade de Aveiro (com o SIMULA-Centro de Simulação Clínica da Universidade de Aveiro) e a Universidade da Beira Interior (com o Laboratório de Competências da Faculdade de Ciências da Saúde, Covilhã) – pela cedência de simuladores de alta fidelidade onde os participantes tiveram a oportunidade de treinar os casos clínicos de choque. Assim, o Hospital CUF Viseu mantém a estratégia de aposta no talento humano, promovendo oportunidades de formação de excelência em áreas diferenciadas e inovadoras.

No final deste curso, os formandos ficaram capazes de reconhecer e diagnosticar precocemente o choque, nas suas variadas formas de apresentação, bem como conhecer as suas bases fisiopatológicas, compreender os princípios de monitorização hemodinâmica personalizada e aplicar as estratégias de ressuscitação hemodinâmica adequadas, capacitando-os de conhecimentos e estratégias que os auxiliem nas suas decisões clínicas do dia a dia. (press)

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm