Governo decreta serviços mínimos durante a greve dos conservadores e técnicos dos registos e notariado - Edição Jornal
32416
post-template-default,single,single-post,postid-32416,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Governo decreta serviços mínimos durante a greve dos conservadores e técnicos dos registos e notariado

Governo decreta serviços mínimos durante a greve dos conservadores e técnicos dos registos e notariado

Esta semana estão em greve os conservadores e técnicos dos registos e notariado, em protesto contra a proposta do governo para o estatuto remuneratório.

Os sindicatos do sector, que convocaram os cinco dias de paralisação, alegam que o documento aprovado pelo Governo reduz salários e defrauda as expectativas de carreira destes trabalhadores.

A paralisação poderá afetar o funcionamento das conservatórias e de outros balcões de atendimento dos serviços de registo o que levou o Governo a decretar serviços mínimos ao longo desta semana em que decorre a greve.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****