Lusitano marca assembleia-geral para discutir o pedido de demissão da direção - Edição Jornal
32813
post-template-default,single,single-post,postid-32813,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Lusitano marca assembleia-geral para discutir o pedido de demissão da direção

Lusitano marca assembleia-geral para discutir o pedido de demissão da direção

Os sócios do Lusitano de Vildemoinhos vão discutir dia 3 de setembro a situação diretiva do clube, mantendo-se em cima da mesa o pedido de demissão de todos os órgãos sociais, ainda na sequência do diferendo com a vereadora do desporto na autarquia de Viseu.

O caso remonta a meados de julho passado, depois de António Loureiro, presidente do clube, ter considerado “caluniosas” declarações da vereadora do desporto na Câmara de Viseu, Cristina Brasete, que, questionada sobre as queixas do Lusitano sobre o mau estado do relvado do Estádio dos Trambelos, teria acusado os dirigentes do clube de canalizarem o dinheiro da manutenção do relvado para outras despesas.

Sucederam-se acusações e comunicados mas o mau estar mantém-se desde então. Os dirigentes do Lusitano estão demissionários e, dia 3 de setembro, será tomada uma decisão pelos sócios, que poderá levar à convocação de eleições antecipadas, um dos cenários mais prováveis nesta altura, não estando garantido que António Loureiro se venha a candidatar.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****