Obras no Fontelo vão obrigar o Académico a andar com a `casa às costas´ no arranque da época 2020/2021 - Edição Jornal
32328
post-template-default,single,single-post,postid-32328,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Obras no Fontelo vão obrigar o Académico a andar com a `casa às costas´ no arranque da época 2020/2021

Obras no Fontelo vão obrigar o Académico a andar com a `casa às costas´ no arranque da época 2020/2021

O Estádio do Fontelo vai entrar em obras em maio do próximo ano, para instalação de um novo relvado, novo sistema de rega, e uma nova pista de tartan.

A Câmara de Viseu já aprovou a abertura do concurso para fazer as três obras, orçadas em cerca de 1,48 milhões de euros, e a obra terá um prazo de execução de 210 dias, mais de meio ano, ou seja, o Académico de Viseu vai ter que procurar uma alternativa para treinos e praticamente meia época 2020/2021.

O presidente da autarquia, Almeida Henriques, lembra que serão cerca de sete meses de obras, e frisou que “quem usufrui do Fontelo vai ter de encontrar uma solução para os jogos e treinos se realizarem”, numa referência indireta ao Académico de Viseu, e lembrou que há na região “infraestruturas devidamente qualificadas”.

As obras previstas passam pela remoção do piso sintético da atual pista, colocação de um novo tartan e ainda a recuperação das áreas das disciplinas técnicas, como lançamentos e saltos.

O relvado será novo bem como o sistema de rega que passará a ser automatizado.

Almeida Henriques considera que estas obras fecham “um ciclo de investimentos nas infraestruturas desportivas do Fontelo”, lembrando os investimentos feitos na requalificação do Pavilhão do Fontelo, colocação de cadeiras em todas as bancadas do estádio e nas torres para transmissões televisivas.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.