Edição Jornal | `Operação Taxa Zero´ da GNR reforça controlo sobre condução sob efeito de álcool
32302
post-template-default,single,single-post,postid-32302,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

`Operação Taxa Zero´ da GNR reforça controlo sobre condução sob efeito de álcool

`Operação Taxa Zero´ da GNR reforça controlo sobre condução sob efeito de álcool

A GNR está a intensificar o controlo à condução sob efeito de álcool, através da `Operação Taxa Zero´ que está na estrada até ao próximo dia 13.

O objetivo, segundo a GNR, é “promover comportamentos mais seguros por parte dos condutores” e “diminuir a sinistralidade rodoviária grave”.

Em comunicado, o comando da GNR lembra que durante o ano de 2018 detetou 9.647 crimes de condução sob a influência de álcool e registou 14.947 acidentes em que os condutores apresentaram uma taxa de alcoolemia superior a 0,50 g/l, dos quais 6.825 tinham uma taxa considerada crime, superior a 1,2 g/l.

Ainda segundo a força policial, nos sete primeiros meses de 2019, foram detetados 15.822 condutores com excesso de álcool, com 6.261 com taxa crime.

Segundo o Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, uma em cada três vítimas mortais em acidente de viação conduzia com uma taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.