Edição Jornal | Providência Cautelar do Académico de Viseu já deu entrada no Tribunal Arbitral do Desporto
31834
post-template-default,single,single-post,postid-31834,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Providência Cautelar do Académico de Viseu já deu entrada no Tribunal Arbitral do Desporto

Providência Cautelar do Académico de Viseu já deu entrada no Tribunal Arbitral do Desporto

Já deu entrada no Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) a providência cautelar interposta pela SAD do Académico de Viseu sobre a decisão do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que puniu o clube com três anos de suspensão de participação nas competições profissionais de futebol.

A providência cautelar deu entrada no TAD no passado dia 19, sendo aceite pela instituição a 22 de julho.

Cabe agora à FPF, e à Liga, decidirem se não se opõem ao efeito suspensivo que a providência terá sobre a decisão de punir o clube com os três anos de suspensão, o que, caso seja aceite, permitirá ao Académico de Viseu entrar em competição na presente época desportiva na II Liga de futebol.

Sobre o caso a Liga já fez saber que só aplicará eventuais sanções desportivas depois da sentença sobre este caso transitar em julgado.

O caso recorde-se, diz respeito a um processo à SAD do Académico de Viseu sobre a declaração de não dívida apresentada na candidatura ao licenciamento para a época 2018/19, devido a alegados atrasos no pagamento a três futebolistas. Em 28 de dezembro de 2018, foi instaurado um processo disciplinar ao clube, por “eventual prestação de falsas informações à Liga”, acabando o Conselho de Disciplina da FPF por condenar o clube a uma pena de três anos sem participar nas competições profissionais de futebol.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****