Edição Jornal | Robô vai explorar as profundezas da mina de urânio na Urgeiriça
26980
post-template-default,single,single-post,postid-26980,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Robô vai explorar as profundezas da mina de urânio na Urgeiriça

Robô vai explorar as profundezas da mina de urânio na Urgeiriça

Investigadores do Instituto de Engenharia de Sistema, Computadores, Tecnologia e Ciência, vão testar nas Minas da Urgeiriça, no concelho de Nelas, um robô “inovador” que vai recolher informações sobre o estado em que se encontra o interior da antiga mina de urânio.

O robô foi desenvolvido no âmbito de um projeto financiada pela União Europeia, que reúne 12 instituições de sete países europeus, para a construção de três robôs autónomos equipados com sensores de mineralogia que lhes permite explorar minas subterrâneas inundadas.

Os investigadores lembram que na Europa há cerca de 30 mil minas fechadas, algumas abandonadas, e muitas delas têm recursos que podem ainda vir a ser úteis.

Dois dos robôs já realizaram testes na mina de Kaatiala, na Finlândia, e na mina de mercúrio de Idrija, na Eslovénia, e o terceiro vai agora entrar em ação no dia 4 de abril, na antiga mina de urânio da Urgeiriça, que tem cerca de 600 metros de profundidade, onde os investigadores vão testar um sistema de ‘lasers’ e de câmaras de filmagem, e ainda um teste aos sensores de medição de radioatividade.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

*****