TAD dá razão à providência cautelar do Académico de Viseu e confirma presença na II Liga, para já - Edição Jornal
32335
post-template-default,single,single-post,postid-32335,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

TAD dá razão à providência cautelar do Académico de Viseu e confirma presença na II Liga, para já

TAD dá razão à providência cautelar do Académico de Viseu e confirma presença na II Liga, para já

O Tribunal Arbitral do Desporto deu razão à SAD do Académico de Viseu na providência cautelar apresentada para suspender o castigo de três anos de afastamento das competições profissionais de futebol, proposto pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

O TAD acabou por dar razão aos argumentos que já haviam sido evocados pela Liga de clubes, de que uma eventual penalização só poderá ser aplicada após o trânsito da sentença em julgado, o que ainda não aconteceu.

Este acórdão do TAD viabiliza, para já, a presença do Académico de Viseu na II Liga de futebol, mas o processo segue ainda na justiça desportiva, e, à SAD do Académico de Viseu há ainda o recurso a outras instâncias superiores caso a justiça desportiva venha a confirmar a penalização com base numa acusação de falsas declarações prestadas pela SAD do Académico sobre a inexistências de salários em atraso e dívidas a jogadores.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm