Viseu com mais camas para estudantes - Edição Jornal
22686
post-template-default,single,single-post,postid-22686,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Viseu com mais camas para estudantes

Viseu com mais camas para estudantes

Viseu é um dos distritos contemplados no Plano Nacional de Alojamento para o Ensino Superior, um investimento que a nível nacional conta com cerca de 15 milhões de euros na recuperação de 12 imóveis para criar 2 mil novas camas, até 2021.

Além de Viseu, o plano prevê ainda reabilitar imóveis nas regiões de Aveiro, Coimbra, Covilhã, Évora, Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto e Vila Real.

O anúncio foi feito em comunicado, pela secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, acrescentando que as obras  vão ser feitas através de protocolos entre as instituições de ensino superior e a Fundiestamo, entidade que gere o Fundo Nacional para a Reabilitação do Edificado.

Segundo as previsões, em 2019 já haverá 700 novas camas para estudantes do ensino superior, mais 900 em 2020 e mais cerca de 400 em 2021. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, confirma que os protocolos serão em breve assinados com as instituições de ensino superior contempladas por este plano que vai dar prioridade a edifícios existentes, valorizando o património local, e tendo por base as necessidades dos estudantes das instituições do ensino superior público por todo o território nacional.

Os 12 imóveis estão já identificados, depois de várias visitas técnicas envolvendo instituições de ensino superior, autarquias e organismos públicos, mas ainda não foram divulgados quais e onde estão localizados.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm