Alerta: Atenção ao Frio! - Edição Jornal
18257
post-template-default,single,single-post,postid-18257,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Alerta: Atenção ao Frio!

Alerta: Atenção ao Frio!

Atenção ao frio que veio para ficar e em força neste início de Fevereiro. Há um alerta do Instituto Português do Mar e da Atmosfera para as baixas temperaturas que em alguns pontos do interior Norte e Centro poderão chegar aos 7 graus negativos.

Noites geladas e dias também muito frios com máximas que, na região, não vão acima dos 10 graus. No final da semana, há previsão da possibilidade de alguns aguaceiros dispersos que podem ser de neve nas regiões mais montanhosas do distrito.

EFEITOS EXPECTÁVEIS

Face à situação descrita, pode verificar-se:

  • Intoxicação por inalação de gases devido a inadequada ventilação de habitações com recurso a lareiras e braseiras;
  • Incêndio em habitações em resultado da má utilização de lareiras e braseiras ou de avarias elétricas;
  • Formação de gelo em troços de estradas com ensombramento permanente;

 

MEDIDAS PREVENTIVAS

AUTORIDADE NACIONAL DE PROTEÇÃO CIVIL (ANPC) recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado através da adoção de medidas de autoproteção e comportamentos adequados como os que se seguem:

  • Evitar exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura;
  • Envergar várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente;
  • Proteger as extremidades do corpo com gorro, cachecol, luvas e meias quentes;
  • Ingerir sopas e bebidas quentes e evitar o consumo de álcool;
  • Envergar vestuário adequado por parte de trabalhadores que exerçam atividades ao ar livre e evitar que exerçam esforços excessivos durante as tarefas que realizem;
  • Tomar especial atenção aos aquecimentos com combustão (braseiras e lareiras), os quais podem causar intoxicação e conduzir à morte devido à acumulação de monóxido de carbono;
  • Assegurar a adequada ventilação das habitações;
  • Evitar o uso de dispositivos de aquecimento antes de dormir, cuidando de os desligar da corrente antes de deitar;
  • Adotar uma condução defensiva e ter especial atenção aos locais da estrada suscetíveis de formação de gelo;
  • Atender aos familiares e vizinhos que possam necessitar de auxílio e apoio, nomeadamente pessoas mais idosas e em condições de maior isolamento;
  • Dedicar especial atenção aos grupos da população mais vulneráveis, como as crianças, idosos e as pessoas portadoras de patologias crónicas, bem como os sem-abrigo;
  • Estar atento às informações da meteorologia e aos conselhos e recomendações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Conheça as recomendações da Direção-Geral da Saúde sobre os cuidados a ter durante o tempo frio e seco (www.dgs.pt)

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm