Aprovada a redução das taxas de IMI e da Derrama em Moimenta da Beira - Edição Jornal
18040
post-template-default,single,single-post,postid-18040,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Aprovada a redução das taxas de IMI e da Derrama em Moimenta da Beira

Aprovada a redução das taxas de IMI e da Derrama em Moimenta da Beira

Em Moimenta da Beira os impostos municipais vão baixar para as famílias e também para as empresas. A redução foi decidida na última reunião da Assembleia Municipal, sob proposta da Câmara Municipal.

O IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) sobre os prédios urbanos baixa de 0,4% para 0,375%, o que quer dizer que as famílias vão ver o peso fiscal mais aliviado futuramente. E o IMI familiar (atendendo ao número de dependentes) mantém os descontos (benefício) no máximo permitido por lei: 20 euros para um dependente; 40 euros para dois; e 70 euros para três ou mais.

A Derrama, essa baixa de 1,5% para 1%, no caso das empresas com um volume de negócios superior a 150 mil euros. Para as outras (volume de negócios igual ou inferior àquele montante) a tributação é zero. Ficam isentas do pagamento.

A medida visa incentivar a atividade económica, fixar e aumentar o número de postos de trabalho, captando mais investimento, num sinal de justiça social, de confiança e estímulo à economia e à geração de riqueza local.

“Depois de anos a fio de um grande esforço, a Câmara Municipal de Moimenta da Beira goza de uma situação financeira estabilizada e sustentável, o que permitiu encarar com sensatez estas reduções nos impostos municipais”, justifica o presidente da autarquia, José Eduardo Ferreira.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.