Câmara de Viseu pede empréstimo de 8,4 milhões para 20 obras no concelho - Edição Jornal
35437
post-template-default,single,single-post,postid-35437,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Câmara de Viseu pede empréstimo de 8,4 milhões para 20 obras no concelho

Câmara de Viseu pede empréstimo de 8,4 milhões para 20 obras no concelho

A Câmara Municipal de Viseu vai contrair um empréstimo bancário de 8,4 milhões de euros para fazer 20 obras no concelho, nos próximos dois anos.

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, avançou com a informação à imprensa, no final de mais uma reunião do executivo, onde o recurso ao empréstimo foi aprovado, mas a oposição votou contra.

O autarca defendeu que este empréstimo, para amortizar a médio e longo prazo, vai permitir fazer 20 obras que considera “estruturantes”, em 2020 e 2021, que não são elegíveis para apoio por fundos comunitários.

Vão ser feitos investimentos em áreas como acessibilidades, água e saneamento, ainda cerca de 2 milhões de euros para reabilitação de bairros habitacionais, também obras de modernização administrativa, e outras como o novo Arquivo Distrital, que vai custar 700 mil euros, e a requalificação do Estádio do Fontelo, que terá novos acessos, novo relvado e novo sistema de rega e ainda uma nova pista de tartan, num investimento a rondar o milhão de euros.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.