Casa da Ínsua será Cenário do primeiro Filme de Diogo Infante - Edição Jornal
18156
post-template-default,single,single-post,postid-18156,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Casa da Ínsua será Cenário do primeiro Filme de Diogo Infante

Casa da Ínsua será Cenário do primeiro Filme de Diogo Infante

A Casa da Ínsua, em Penalva do Castelo, vai ser cenário para o filme “Olga Drummond”, o primeiro de Diogo Infante que produz e realiza a película. Conta com a participação de dois dos nomes grandes da representação em Portugal, Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho.

Produzido pela MGN Filmes, “Olga Drummond” ficará pronto ainda em 2018.

A Casa da Ínsua é uma casa senhorial, datada do séc XVIII, e foi comprada e recuperada pelo Grupo Visabeira que a transformou num hotel de charme com categoria 5 estrelas.

Não é a primeira vez que o histórico e centenário solar cinco estrelas do Grupo Visabeira é cenário de grandes produções nacionais. Em 2005, o realizador José Fonseca e Costa rodou na Casa da Ínsua “Viúva Rica, Solteira Não Fica”, um dos filmes portugueses mais visto nas salas de cinema nacionais, em 2006.

As gravações de “Olga Drummond” arrancam já esta sexta-feira.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.