COVID-19: CIM VISEU DÃO LAFÕES QUER DEFINIÇÕES SOBRE A QUARENTENA DE EMIGRANTES - Edição Jornal
37270
post-template-default,single,single-post,postid-37270,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

COVID-19: CIM VISEU DÃO LAFÕES QUER DEFINIÇÕES SOBRE A QUARENTENA DE EMIGRANTES

COVID-19: CIM VISEU DÃO LAFÕES QUER DEFINIÇÕES SOBRE A QUARENTENA DE EMIGRANTES

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões quer que autoridades de saúde que esclareçam “com urgência” a posição sobre a quarentena profilática dos emigrantes, e de cidadãos que chegam à região oriundos de outros pontos do país.

“O conselho intermunicipal da CIM Viseu Dão Lafões reitera a urgência de que estas autoridades de saúde façam chegar a sua posição sobre esta matéria, para que tal seja avaliado em sede de coordenação interministerial”, pode ler-se no comunicado que emitiram.

A CIM lembra que já tinha pedido medidas relativas à chegada de emigrantes e de cidadãos que vivem noutras zonas do país, “de forma a evitar o contágio do novo coronavírus”, mas, até ao momento, “continua sem receber qualquer informação sobre esta pretensão”.

O pedido de esclarecimento acontece também após declarações da  diretora-geral da Saúde, que disse deverem ser as entidades locais e regionais de saúde, em função da avaliação da situação da evolução da pandemia covid-19 nos seus territórios, a definirem as medidas a tomar, mas “articuladas com soluções nacionais com iguais critérios de aplicação”.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.