GNR mantém-se alerta nas estradas e quer fechar a Operação Natal e Ano Novo sem vítimas mortais na região de Viseu - Edição Jornal
35227
post-template-default,single,single-post,postid-35227,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

GNR mantém-se alerta nas estradas e quer fechar a Operação Natal e Ano Novo sem vítimas mortais na região de Viseu

GNR mantém-se alerta nas estradas e quer fechar a Operação Natal e Ano Novo sem vítimas mortais na região de Viseu

Até dia 5 de janeiro, a GNR mantém os seus operacionais em alerta nas estradas, em ações de patrulhamento e fiscalização ao trânsito para os últimos dias da Operação “Natal e Ano Novo”.

No primeiro balanço, entre os dias 20 e 25, nas estradas do distrito de Viseu houve mais acidentes que no ano passado, mas sem vítimas mortais.

Durante os seis dias de operação foram registados 84 acidentes de viação, mais 14 que em 2018, que provocaram 2 feridos graves e 21 feridos ligeiros, mais seis que no ano passado.

O mau tempo que marcou os dias que antecederam o Natal ajudam a explicar alguns acidentes, mas o objetivo da GNR é que, até final da Operação natal e Ano Novo, seja possível baixar a sinistralidade nas estradas da região.

O apelo do Comando Distrital vai para a adoção de uma condução segura por parte dos automobilistas, sem excessos de velocidade, e com máximo respeito pelas regras de trânsito, e os militares da GNR prometem manter-se atentos a possíveis infrações.

A nível nacional, seis pessoas morreram e 19 ficaram feridas com gravidade nos mais de 1.500 acidentes registados pela GNR durante os primeiros seis dias da operação.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.