Governo não vai abolir portagens no interior do país - Edição Jornal
18570
post-template-default,single,single-post,postid-18570,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Governo não vai abolir portagens no interior do país

Governo não vai abolir portagens no interior do país

O Governo garante que a abolição das portagens no interior do país não é uma hipótese em estudo. Garantia avançada pelo Ministro das Infraestruturas, que adiantou, no entanto, que o Governo está a estudar a melhor forma para ajudar a mobilidade das empresas.

A isenção nas portagens da A23 e A25, antigas estradas sem custos para o utilizador é uma reivindicação das populações e das autarquias dos concelhos servidos por estas duas autoestradas, mas é uma hipótese que o Governo rejeita. O ministro Pedro Marques descartou essa possibilidade, e disse que o Governo já cumpriu com o que se tinha comprometido ao reduzir em 15% o valor cobrado nas portagens das autoestradas do interior.

Sobre a reivindicação da construção de alguns itinerários para o interior centro, o ministro adiantou que estão a ser realizados estudos relativamente ao IC7, entre Oliveira do Hospital e Fornos de Algodres, mas não adiantou mais nada sobre outros, entre os quais o IC37 que ligaria Viseu a Seia.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.