Julgamento de Melchior Moreira na Operação Éter começa a 18 de maio - Edição Jornal
36377
post-template-default,single,single-post,postid-36377,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Julgamento de Melchior Moreira na Operação Éter começa a 18 de maio

Julgamento de Melchior Moreira na Operação Éter começa a 18 de maio

O julgamento do lamecense Melchior Moreira, antigo deputado do PSD eleito por Viseu, e ex-presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), no âmbito da Operação Éter, começa a 18 de maio, no Tribunal de São João Novo, no Porto.

Em prisão preventiva desde outubro de 2018, Melchior Moreira vai responder em tribunal por 38 crimes, depois de ter visto o Tribunal de Instrução Criminal ter decidido separá-lo do processo para ser julgado á parte, decisão que impediu que fosse libertado por excesso de prisão preventiva.

Melchior Moreira é o principal arguido da Operação Éter, sobre a alegada viciação de procedimentos de contratação pública pela Turismo do Porto e Norte de Portugal, e vai ser julgado por 12 crimes de participação económica em negócio, três de peculato de uso, três de peculato, nove de abuso de poder, um de corrupção passiva, sete de falsificação de documento e três de recebimento indevido de vantagem.

O antigo presidente do Turismo do Porto e Norte é acusado de contratar amigos para aquela entidade sem cumprir os formalismos legais e falseando os resultados dos concursos.

Entre os factos descritos na acusação está a contratação de um motorista, apenas porque os filhos de ambos jogavam futebol na mesma equipa, ou a contratação de um amigo como jornalista, apesar de saber que este não tinha licenciatura ou experiência profissional em jornalismo.

Há ainda acusações de utilização de meios da entidade para fins pessoais e o apoio a clubes de futebol, um como contrapartida de favores pessoais e um outro como meio de promoção de Melchior Moreira no meio futebolístico.

Estão ainda em causa o recebimento indevido de ajudas de custo e o recebimento de ofertas de operadores económicos.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.