Município de Tondela de Luto - Edição Jornal
18065
post-template-default,single,single-post,postid-18065,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Município de Tondela de Luto

Município de Tondela de Luto

A Câmara de Tondela decretou três dias de luto municipal em memória das oito vítimas mortais e dos trinta e oito feridos do incêndio que ocorreu no passado sábado à noite na Associação Cultural, Recreativa e Humanitária de Vila Nova da Rainha.

Em comunicado, a autarquia salienta que a tragédia mergulhou Tondela “num novo sentimento de dor e consternação” e agradeceu a disponibilidade dos bombeiros, GNR, INEM e da Proteção Civil, e a solidariedade “manifestada por autarcas, governo e pelo Presidente da República”.

No local da tragédia esteve o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que, após a visita ao edifício da Associação Cultural, Recreativa e Humanitária de Vila Nova da Rainha, e depois de manifestar pesar e solidariedade com as famílias da vítimas, garantiu que o mesmo cumpriria os requisitos para a sua atividade, adiantando que tinha a informação prestada pelo município que “tinha os licenciamentos e o que era preciso para este tipo de atividade”.

O incêndio do passado sábado à noite fez oito mortos e 38 feridos, entre graves e ligeiros, de acordo com fonte do Ministério da Saúde.

Dos 38 feridos, nove já tinham tido alta hospitalar ao final da manhã de domingo.

Treze dos feridos do incêndio ficaram internados no hospital de Viseu, dois deles em cuidados intensivos. Houve ainda 16 feridos graves enviados para outras unidades hospitalares em Coimbra, Porto e Lisboa.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm

(Foto: Nuno André Ferreira/Lusa)