Município de Viseu prepara mais uma medida de prevenção à falta de água - Edição Jornal
17565
post-template-default,single,single-post,postid-17565,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Município de Viseu prepara mais uma medida de prevenção à falta de água

Município de Viseu prepara mais uma medida de prevenção à falta de água

O Município de Viseu prepara mais uma medida de prevenção à falta de água no concelho por causa da seca extrema na região.

Mais de 500 mil litros de água vão passar a ser transportados, todos os dias por comboio até à estação de Mangualde.

A água vem de uma zona de Lisboa, por via-férrea, e é mais um complemento ao abastecimento que tem sido feito por camiões cisterna à Barragem de Fagilde que regista níveis mínimos históricos com apenas cerca de 10% da sua capacidade de reserva de água.

Almeida Henriques, presidente da Câmara de Viseu, garante que os quatro municípios que são abastecidos por Fagilde, casos de Viseu, Nelas, Penalva do Castelo e Mangualde, já reduziram de forma substancial os seus consumos, e que a população tem sido recetiva aos apelos de poupança de água, mas que, caso não chova, e a previsão para os próximos dias não o prevê, a barragem só tem água para cerca de três semanas de abastecimento às populações.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm