“Os Verdes” denunciam no parlamento morte de milhares de peixes na Barragem de Fagilde - Edição Jornal
35782
post-template-default,single,single-post,postid-35782,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

“Os Verdes” denunciam no parlamento morte de milhares de peixes na Barragem de Fagilde

“Os Verdes” denunciam no parlamento morte de milhares de peixes na Barragem de Fagilde

O Grupo Parlamentar d’ Os Verdes, questionou o Governo na Assembleia da República, sobre a morte de milhares de peixes na Barragem de Fagilde que, segundo os ecologistas, terá sido causada pela “abertura repentina e exagerada das comportas” que terão “provocado um fluxo acelerado e decrescente de água, acabando por desencadear a morte de milhares de peixes”.

De acordo com o comunicado dos Verdes, os peixes existentes na albufeira desapareceram.

A Barragem de Fagilde abastece mais de 130 000 pessoas dos concelhos de Viseu, Mangualde, Penalva do Castelo e de Nelas, e nos últimos dias as comportas terão sido abertas tendo provocado o que classificam de “autêntico desastre ambiental”.

Alertados pela população da zona, que terão chamado as autoridades ao local, e que terão constatado a morte dos peixes e a barragem sem água, os deputados d´Os verdes querem agora que o Ministério do Ambiente averigue de quem foi a responsabilidade da abertura das comportas em Fagilde. (foto – João Silva)

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.