PCP diz que ecopontos florestais em Viseu estão “às moscas” - Edição Jornal
36135
post-template-default,single,single-post,postid-36135,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

PCP diz que ecopontos florestais em Viseu estão “às moscas”

PCP diz que ecopontos florestais em Viseu estão “às moscas”

O PCP diz que os ecopontos florestais criados no concelho de Viseu, para receberem resíduos da limpeza de matos e florestas estão “às moscas” e transformados em “ilegais lixeiras a céu aberto”.

Em comunicado, os comunistas dizem que os ecopontos, quando foram instalados, “prometiam ser uma medida inovadora e ecologicamente importante” estão agora transformados no que classificam de “grave atentado ambiental”, e alertam para a utilização indevida que está a ser feita destes ecopontos, onde a população “deposita tudo menos resíduos florestais”.

O PCP diz que a razão poderá estar relacionada com dificuldades dos  agricultores e os produtores florestais em transportarem os resíduos até aos ecopontos florestais.

Em julho do ano passado, o concelho de Viseu passou a dispor de ecopontos florestais, em Bodiosa e Cepões, onde deveriam ser depositados resíduos resultantes da limpeza de matos e florestas, para serem utilizados na central de biomassa.

A autarquia de Viseu não comenta esta posição do PCP.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.