A recuperação do aterro sanitário do Planalto Beirão vai custar mais de 4 Milhões - Edição Jornal
17573
post-template-default,single,single-post,postid-17573,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

A recuperação do aterro sanitário do Planalto Beirão vai custar mais de 4 Milhões

A recuperação do aterro sanitário do Planalto Beirão vai custar mais de 4 Milhões

A recuperação do aterro sanitário do Planalto Beirão vai custar 4,1 milhões de euros.

Os números foram avançados pelo secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, durante uma visita ao local.

O aterro sanitário sofreu danos na sequência dos incêndios de 15 de outubro, e repor a infraestrutura em condições de funcionamento normal vai custar mais de 4 milhões de euros, que vão ser suportados pelo Estado, com cerca 300 mil euros a serem suportados pelos municípios que integram a comunidade do Planalto Beirão.

A quase totalidade da tela que impermeabiliza a parte descoberta do aterro ardeu, há também estragos na Estação de tratamento de águas lixiviantes, e duas das três lagoas de retenção apresentam estragos consideráveis nas telas.

Já na central de triagem de papel e cartão, o edifício industrial com mil metros quadrados, assim como os seus equipamentos, ficaram danificados.

Na central de triagem de embalagens, o edifício industrial ficou parcialmente danificado, assim como vários equipamentos.

O aterro sanitário, localizado no concelho de Tondela, trata por ano cerca de 120 mil toneladas de resíduos de 19 municípios de três distritos.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm