Reestruturação dos CTT não vai afetar distrito de Viseu - Edição Jornal
17974
post-template-default,single,single-post,postid-17974,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Reestruturação dos CTT não vai afetar distrito de Viseu

Reestruturação dos CTT não vai afetar distrito de Viseu

O Distrito de Viseu escapou à reestruturação dos CTT que vai encerrar mais de duas dezenas de postos de atendimento por todo o país.

A administração da empresa confirmou o fecho de 22 lojas no âmbito do plano de reestruturação que já havia anunciado em meados de dezembro passado e que, segundo a Comissão de Trabalhadores dos Correios de Portugal, vai afetar 53 postos de trabalho.

Em 19 de dezembro, os CTT anunciaram o Plano de Transformação Operacional, ou seja, um plano de reestruturação que prevê reduzir cerca de 800 pessoas na área das operações ao longo de três anos, em consequência da queda do tráfego do correio. A empresa que emprega mais de 12 mil pessoas, vai fechar balcões em vários distritos do país, mas no de Viseu não está previsto o encerramento de qualquer dos balcões que os CTT têm na região.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm