Seis mortos e 19 feridos graves nos primeiros dias da Operação Natal e Ano Novo da GNR - Edição Jornal
35206
post-template-default,single,single-post,postid-35206,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Seis mortos e 19 feridos graves nos primeiros dias da Operação Natal e Ano Novo da GNR

Seis mortos e 19 feridos graves nos primeiros dias da Operação Natal e Ano Novo da GNR

Mais de 1550 acidentes, seis mortos e 19 feridos graves, é o primeiro balanço da Operação “Natal e Ano Novo”, que começou na sexta-feira e se prolonga até 05 de janeiro.

Os dados da GNR indicam que foram registados 1.520 acidentes, com seis mortos, 19 feridos graves e 381 ligeiros.

Nos últimos dias, a GNR fiscalizou mais de 25 mil condutores, e emitiu 6.771 contraordenações.

Desde o início da operação, ainda segundo dados do Comando Nacional da GNR, foram feitos 22 mil teste de alcoolemia, que levaram a que fossem emitidas 287 contraordenações, das quais 146 consideradas crime, por ter sido detetada uma taxa de álcool no sangue de valor igual ou superior a 1,2 g/l.

Quanto à velocidade, foram detetados 2.654 casos, ainda 136 casos em que não estavam a ser usados os cintos de segurança ou cadeirinhas para crianças.

Foram ainda autuados 220 condutores por uso de telemóvel durante a condução.

A operação “Natal e Ano Novo” da GNR arrancou no passado dia 20 de dezembro, com um reforço do patrulhamento rodoviário nas estradas de maior tráfego do país para prevenir acidentes e garantir a fluidez do trânsito e vai continuar até 5 de janeiro.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.