SEP preocupado com a falta de enfermeiros no Centro Hospitalar Tondela-Viseu - Edição Jornal
17867
post-template-default,single,single-post,postid-17867,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

SEP preocupado com a falta de enfermeiros no Centro Hospitalar Tondela-Viseu

SEP preocupado com a falta de enfermeiros no Centro Hospitalar Tondela-Viseu

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) diz estar preocupado com o que considera ser a falta de profissionais no Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV ). Mais grave, diz o sindicato, é que a tendência é para se agravar nos próximos tempos.

Além da falta de recursos humanos no setor da enfermagem o sindicato aponta ainda outras falhas no Hospital de Viseu, e dá o exemplo da rutura de stock de materiais clínicos, como roupa e equipamentos consumíveis que, garante o sindicato, tem criado sérios problemas ao trabalho dos enfermeiros.

A estas denúncias o presidente do Conselho de Administração do CHTV, Cílio Correia, considera que a falta de profissionais de enfermagem é um problema transversal a todo o país e garante compreender as preocupações do sindicato. Adianta que já foi pedido a tutela o aumento de efetivos no setor da enfermagem mas ainda não há uma resposta oficial sobre quantos serão os novos profissionais a integrar o Centro Hospitalar Tondela-Viseu. Cílio Correia garante ainda que a prestação dos cuidados de saúde nunca esteve em causa.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.