“Viseu Rural 2.0" recebe selo de evento do Ano Europeu do Património Cultural - Edição Jornal
18099
post-template-default,single,single-post,postid-18099,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

“Viseu Rural 2.0″ recebe selo de evento do Ano Europeu do Património Cultural

“Viseu Rural 2.0″ recebe selo de evento do Ano Europeu do Património Cultural

A exposição “Viseu Rural 2.0: [Re]expressar o Rural”, patente na localidade de Várzea de Calde, no concelho de Viseu, obteve o selo de evento oficial do Ano Europeu do Património Cultural.

Em nota informativa, a autarquia de Viseu adianta que a atribuição foi feita diretamente pela Comissão Europeia, e trata-se da primeira a nível nacional, sendo parte integrante do projeto europeu Tramontana, uma rede de arquivos da memória de zonas rurais europeias

A exposição, pode ser vista na Casa de Lavoura e Oficina do Linho de Várzea de Calde, até 31 de agosto, e é o resultado de três anos de trabalho de uma parceria entre a Binaural/Nodar, a Oficina do Linho de Várzea de Calde e a Junta de Freguesia.

Esta parceria levou a “dezenas de recolhas videográficas e sonoras ligadas ao ciclo do linho realizadas com habitantes locais e a diversos trabalhos agrícolas e profissões tradicionais. Há ainda várias obras criativas desenvolvidas na freguesia por artistas nacionais e estrangeiros e cerca de vinte ações educativas de descoberta sonora do espólio da Casa de Lavoura e Oficina do Linho.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM ou em www.968.fm.